D- Venham! Venham! Minhas criaturas rudes e fracas, venham que já vão ver o que é bom!
Entra o político no cais e encontra as duas barcas
P- Onde estou eu meu caro senhor?
D- No final da tua vida de mortal.
P- AH! AH! És tu Satanás!
D- Eu próprio!
P- Sai daqui, saaaai! Tu és tudo o que de mau existe! Tu usas as pessoas!
D- Sim, não há, eu sou o melhor a fazer o pior, mas tu também não és mau!
P- O que queres dizer com isso?
D- Já te esqueceste que tu também usas as pessoas para enriqueceres.
P- Não, eu só defendo os seus direitos.
D- Épa calate, podes dizer a verdade afinal é esta a barca que te espera, dizendo verdade ou mentira!
      Tu que vives ás custas daqueles que trabalham de verdade, que chegam a casa cansados do trabalho e tu? Chegas a casa cansando mas é de não fazer nada!
P- Que posso eu afinal fazer para não ir para a ilha perdida!!!
D- Agora nada, mas antes de cá chegaresmuito! Vá entra que ainda há mais passageiros para este destino!
 
publicado por Xipsi às 18:50